[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Televisão digital terrestre.

in "Diário de Noticias" - 27/02/2009

TV tal como a conhecemos acaba a 26 de Abril de 2012
O apagão da cobertura analógica de TV foi definido, ontem, pelo Governo. Entretanto, a Portugal Telecom prepara-se para iniciar as emissões da TDT em algumas zonas do País, incluindo Açores e Madeira. No final de 2010, todo o território vai ter sinal digital terrestre.
É oficial. O Conselho de Ministros decidiu ontem que a televisão analógica (por via hertziana e que é recebida pelas antenas dos prédios para ver os quatro canais generalistas) acaba definitivamente no dia 26 de Abril de 2012. Mas todo o território nacional vai estar coberto pelo novo sistema de difusão, a televisão digital terrestre (TDT), que vai ser implementada pela Portugal Telecom (PT).
Entretanto, o Governo deliberou que haverá um período de, pelo menos, 12 meses com difusão simultânea analógica e digital terrestre, conhecida como simulcast, para minimizar o impacto junto dos consumidores. Quando a TDT for implementada, a grande maioria das actuais antenas existentes nos prédios e moradias vão continuar a receber o sinal televisivo, mas a maior parte dos televisores não está preparada para receber o sinal digital. Assim sendo, os consumidores têm duas hipóteses: comprar um televisor com descodificador incluído ou comprar um descodificador externo para o ligar ao televisor antigo, sendo que esta última opção é a mais barata. O aparelho descodificador vai custar cerca de 50 euros.
A cobertura do território nacional com o sinal da TDT vai começar a 29 de Abril, sendo que no final deste ano já 80% da população terá acesso ao novo sistema. Todo o País vai ficar coberto pela TDT em Dezembro de 2010, o que significa que os consumidores vão ter mais de dois anos para se adaptarem ao novo sistema. A partir de Abril deste ano, já algumas zonas do País, incluindo Açores e Madeira, vão poder ver televisão pela TDT, tendo para isso que fazer a adaptação atrás referida. É que, dentro de dois meses já estarão disponíveis no mercado os descodificadores de vídeo em MPEG-4/H.264 e com interface HDMI (preferencialmente na versão 1.3 ou subsequentes), que são tecnicamente os únicos a possibilitar a visualização pelo sinal digital terrestre.
No entanto, quem for cliente de uma operadora de cabo ou IPTV (Zon, Meo, Cabo visão, Clix SmartTV, entre outras) não vai precisar de qualquer tipo de equipamento adicional, nem sequer estas alterações provocadas pela TDT são motivo de preocupação.

Tiago Guilherme

Publicado por: Jorge Frota

Sem comentários: