[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Viajantes que gastam mais são os mais poluidores

in Diário Digital” - 29 de Outubro de 2010


Os turistas que gastam mais dinheiro em férias são normalmente aqueles que mais impactos causam no ambiente dos países que visitam, disse hoje um especialista australiano em economia do turismo.

O turista ideal gasta muito e é amigo do ambiente mas é um ‘animal’ difícil de encontrar”, ironiza Larry Dwyer, professor na Australian School of Business, que hoje encerrou um seminário sobre Competitividade entre Destinos Turísticos.
De acordo com o académico, não é fácil encontrar turistas que personifiquem a combinação perfeita entre contribuírem para gerar receita e serem simultaneamente amigos do ambiente.

O problema, segundo Larry Dwyer, é que os “melhores” turistas a nível económico são aqueles que normalmente mais gastam água e energia e que mais contribuem para a emissão de gases de estufa.
As pessoas pensam que os turistas que andam de mochila às costas são os mais amigos do ambiente porque procuram zonas recônditas e se misturam com os nativos, mas na verdade são dos que mais gastam energia no uso de transportes”, afirmou.
Um dos exemplos mais visíveis, diz o australiano, são os turistas que vão para a Nova Zelândia, país que, devido à sua dimensão, obriga ao uso de inúmeras formas de transporte para se deslocarem.
Larry Dwyer alertou ainda para a vulnerabilidade da indústria turística que se apoia muitas vezes em recursos esgotáveis, dando o exemplo da grande barreira de corais na Austrália que se prevê que dentro de 50 anos possa desaparecer.
O seminário, que se realizou no auditório da CCDR/Algarve, foi promovido no âmbito de um projeto de investigação desenvolvido pelo Centro Internacional de Investigação em Território e Turismo (CITT) da Universidade do Algarve.

Sem comentários: