[ Director: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano X

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

AUMENTO DAS PORTAGENS: UM SOMA-E-SEGUE IMPRESSIONANTE!

Salários reduzidos, subsídios suprimidos aos funcionários públicos, impostos indirectos e directos substancialmente agravados, serviços essenciais (dentro e fora do catálogo) com acréscimos de preços consideráveis... é um “vê se te avias”...!


Coube agora a vez às auto-estradas que sobem na casa dos 4,4%.

Ponto é saber até onde e até quando este “aperto da tarraxa” se suporta.


O efeito cumulativo da austeridade começa a pesar desmesuradamente nos equilíbrios emocional e material de cada um e de todos.
Ainda ninguém se apercebeu isso?
Conviria, na realidade, ter modos.
Que a coisa pode estourar...
Começa a ser asfixiante.
Teriam as portagens de subir também? Porquê? Os encargos para o exercício de 2011 terão de ser indexados à inflação? Com os custos sustados? E o que vale para as portagens vale para o mais...

Sem comentários: