[ Director: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano X

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Transportes: bilhetes e portagens vão ficar mais caros

por: Redacção SC
30.12.2011


Preços nas autoestradas sobem 4,36% em Janeiro


Como já anunciado, 2012 será um ano de aumentos, no geral. Chegou a vez dos transportes.
O preço dos bilhetes e dos passes para os transportes públicos vai subir no próximo mês de Fevereiro. O adiamento deste acréscimo, para o segundo mês de 2012, já foi justificado pelo Governo, que explicou que o atraso advém da necessidade de fazer «alterações à estrutura tarifária» e informou que vai compensar as empresas.

O que o executivo ainda não informou, quer aos utentes, quer às empresas, recai sobre o valor das novas tarifas.

O presidente da Associação de Transportadores Rodoviários Pesados de Passageiros, Luís Cabaço Martins, informou ainda que as transportadoras já estão a vender os passes para Janeiro, e que as instruções que tem são para «continuar a vender até que haja alguma revisão da lei», escreve a agência Lusa.

Portagens aumentam no primeiro dia de 2012

Já em relação às portagens os aumentos estão bem claros. Em média, o que habitualmente o utente paga pelas autoestradas vai subir 4,36%, logo em Janeiro.

Vamos a exemplos concretos

Se, a partir de Janeiro, fizer uma viagem entre Lisboa e Porto, num veículo de classe 1, vai passar a pagar 20,8 euros, mais 85 cêntimos do que paga actualmente.

Já se viajar, num ligeiro, da capital até ao Algarve, utilizando a A2, prepare-se para um aumento de 75 cêntimos na factura habitual.

No entanto, há excepções. Contactado pela «TSF» o porta-voz da Brisa explicou que, por causa do mecanismo de aumento - baseado em múltiplos de cinco cêntimos - algumas vias ficam poupadas de acréscimos de portagens. É o caso da A8 que, no troço entre a Marinha Grande-Sul e Leiria as portagens não vão aumentar, ao passo que entre Loures e Torres Vedras-Sul, o utente paga mais cinco cêntimos.

Tags: TRANSPORTES, PORTAGENS, AUMENTO, PREÇOS, ECONOMIA, AGÊNCIA

Sem comentários: