[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

terça-feira, 31 de dezembro de 2013

MENSAGEM NATALÍCIA DA apDC



Há 25 anos que a apDC – Associação Portuguesa de Direito do Consumo – se dedica à promoção dos interesses e à proteção dos direitos dos consumidores.
Entre as preocupações que a movem, a apDC elegeu há muito a segurança – e nomeadamente a segurança dos mais novos – como seu principal objetivo.
Em vésperas de mais um Natal, a apDC recorda a importância de oferecer brinquedos seguros aos mais novos.
A palavra criança tem de rimar com segurança e a palavra futuro com brinquedo seguro.
Eis algumas recomendações da apDC na altura de comprar um brinquedo:
Certifique-se que os brinquedos têm a declaração de conformidade CE e informe-se junto do fornecedor;
Certifique-se que vêm acompanhados de manuais de instrução claros e simples;
Tenha a preocupação de oferecer brinquedos adequados à idade da criança;
Tenha atenção aos materiais de que são feitos os brinquedos para que não sejam causadores de ferimentos na boca e mãos;
Tenha atenção à eventual capacidade de inflamação do brinquedo e à sua toxicidade;
Tenha cuidado particular com os brinquedos que fazem uso da electricidade;
Não esquecer que os peluches podem ser causa de asfixia ou alergias. Tenha atenção a olhos, acessórios e pêlo de fácil remoção;
Quando comprar brinquedos para bebés, tenha particular atenção aos brinquedos com peças destacáveis, arestas cortantes e vértices aguçados;
Certifique-se que as crianças usam proteções para a cabeça, joelhos e cotovelos quando usam triciclos, bicicletas, trotinetas ou carros eléctricos. As quedas são perigosas e podem deixar marcas para o resto da vida;
Finalmente, não deixe que o seu filho se deixe levar pela publicidade. Muitos países proíbem a publicidade e o marketing dirigidos às crianças. Numa altura de crise como a atual, a publicidade não deve agravar a estabilidade emocional e financeira das famílias.

Lembre-se: Nesta quadra, ofereça segurança. Seja exigente!

Aproveitamos ainda a quadra natalícia, para alertar para o período difícil que a associação atravessa, em parte, devido ao incumprimento pelo Estado das suas obrigações legais. Vimos, portanto, pedir o seu apoio. Contribua para que o sonho dos Idealistas que ergueram a apDC se não desmorone.
Sobre esta campanha e para outras informações, consulte o nosso jornal digital NETCONSUMO.
Feliz Natal e um Excelente Ano Novo, eis os votos da apDC -  uma instituição ao seu serviço!

 II

A PUBLICIDADE NÃO PODE EXPLORAR A VULNERABILIDADE PSICOLÓGICA DE CRIANÇAS E JOVENS.



NEM APRESENTÁ-LOS EM ANÚNCIOS QUE COM ELES SE NÃO RELACIONEM.


A publicidade não pode explorar a vulnerabilidade psicológica das crianças e jovens, nem apresentá-los em anúncios que com eles se não relacionem.

É o que diz o Código da Publicidade Português e passamos a citar:


“1 - A publicidade especialmente dirigida a menores deve ter sempre em conta a sua vulnerabilidade psicológica, abstendo-se, nomeadamente, de:

a)     Incitar directamente os menores, explorando a sua inexperiência ou credulidade, a adquirir um determinado bem ou serviço;

b)    Incitar directamente os menores a persuadirem os seus pais ou terceiros a comprarem os produtos ou serviços em questão;

c)     Conter elementos susceptíveis de fazerem perigar a sua integridade física ou moral, bem como a sua saúde ou segurança, nomeadamente através de cenas de pornografia ou do incitamento à violência;

d)    Explorar a confiança especial que os menores depositam nos seus pais, tutores ou professores.”

E este Código acrescenta ainda:

Os menores só podem intervir em mensagens publicitárias em que haja uma relação direta entre eles e o produto ou serviço veiculado.

Por exemplo, no anúncio de um automóvel ou de um detergente não tem naturalmente de participar uma criança ou jovem, porque o conteúdo da mensagem transmitida não se relaciona com a específica figura dos menores. Estes não são os destinatários daqueles produtos e, portanto, não podem intervir em tais mensagens.

Está seguramente a perguntar-se quantos anúncios já visionou em claro desrespeito destes mandamentos. Muitos, seguramente. Bem sabemos e temos reiteradamente alertado as autoridades para estas violações da lei, mas com parco sucesso.

O Comité Económico e Social Europeu aprovou por esmagadora maioria, em Bruxelas, um documento sobre a publicidade infanto-juvenil.

Foi o português Jorge Pegado Liz, assessorado por Paulo Morais, que desempenhou as funções de relator de tal parecer.

E, em resumo, o que nele se diz?

1. que se pretende contribuir para o aprofundamento de medidas de proteção das crianças e jovens ante anúncios que ou os utilizam indevidamente ou os expõem a mensagens que prejudicam o seu desenvolvimento físico, mental e moral.

2. que deve ser banida a publicidade que se serve abusivamente de crianças e jovens porque ofende a dignidade humana

3. que a publicidade dirigida a crianças e jovens incita ao consumo excessivo que leva ao endividamento e ao consumo de géneros alimentícios perigosos para a saúde física e mental.

4. que com conteúdos particularmente violentos, racistas, xenófobos, eróticos ou pornográficos, a publicidade dirigida a crianças e jovens afeta, por vezes irreversivelmente, a sua formação física, psíquica, moral e cívica;

5. que se deve apostar na informação e formação das crianças desde a mais tenra idade, na utilização correta das tecnologias da informação e na interpretação das mensagens publicitárias, na escola em actividades circum-escolares

6. que se entende que as leis da União Europeia  não estão à altura das necessidades atuais de proteção dos direitos das crianças e, por isso, apela à Comissão Europeia considerar que considere a urgência de tratar deste assunto.

7. que se apela ainda ao Parlamento Europeu e aos Parlamentos Nacionais para prosseguirem de forma responsável a sua tradição na defesa dos direitos das crianças neste particular.

Em sintonia com este parecer, a apDC questiona se o legislador não deve ir mais além do que estabelece o nosso Código da Publicidade e proibir a publicidade infanto-juvenil, à semelhança do que verifica noutros países.
Deixamos consigo esta reflexão e reiteramos os votos de Boas Festas.

Natal de 2013

SUSANA ALMEIDA
presidente da apDC/Leiria

5 comentários:

oakleyses disse...

michael kors outlet store, nike free, michael kors outlet, burberry handbags, gucci handbags, prada handbags, louis vuitton outlet, uggs outlet, ray ban sunglasses, replica watches, louis vuitton outlet, louis vuitton, polo ralph lauren outlet online, oakley sunglasses wholesale, michael kors outlet online, longchamp outlet, nike outlet, oakley sunglasses, oakley sunglasses, replica watches, ray ban sunglasses, nike air max, christian louboutin, christian louboutin uk, louis vuitton outlet, michael kors outlet, burberry outlet, prada outlet, longchamp outlet, michael kors outlet online, jordan shoes, tiffany jewelry, christian louboutin outlet, christian louboutin shoes, longchamp outlet, uggs outlet, uggs on sale, tory burch outlet, tiffany and co, louis vuitton, polo outlet, nike air max, ugg boots, michael kors outlet online, ugg boots

oakleyses disse...

nike air force, guess pas cher, coach outlet, hogan outlet, michael kors pas cher, nike tn, nike free run, sac hermes, longchamp pas cher, air max, burberry pas cher, nike blazer pas cher, kate spade outlet, michael kors, true religion outlet, oakley pas cher, new balance, michael kors outlet, true religion jeans, ralph lauren uk, timberland pas cher, jordan pas cher, louboutin pas cher, ray ban pas cher, coach outlet, true religion outlet, vans pas cher, chanel handbags, north face uk, polo ralph lauren, hollister uk, true religion outlet, polo lacoste, coach purses, north face, mulberry uk, lululemon canada, nike roshe, nike air max, kate spade, coach outlet store online, sac longchamp pas cher, sac vanessa bruno, converse pas cher, hollister pas cher, ray ban uk

oakleyses disse...

hollister clothing, soccer jerseys, soccer shoes, wedding dresses, herve leger, hermes belt, nike huaraches, bottega veneta, nike roshe run, valentino shoes, hollister, mcm handbags, abercrombie and fitch uk, ghd hair, nike free uk, nike air max uk, north face outlet, babyliss, nfl jerseys, nike air max, abercrombie and fitch, instyler, timberland boots, baseball bats, vans outlet, chi flat iron, mont blanc pens, nike trainers uk, nike air max uk, iphone 6 cases, ferragamo shoes, north face outlet, oakley, nike roshe run uk, lululemon, new balance shoes, beats by dre, asics running shoes, longchamp uk, insanity workout, celine handbags, jimmy choo outlet, mac cosmetics, reebok outlet, giuseppe zanotti outlet, p90x workout

oakleyses disse...

louis vuitton, nike air max, converse, michael kors handbags, vans, swarovski, thomas sabo, ugg, replica watches, converse outlet, louis vuitton, ugg uk, hollister, lancel, louis vuitton, doke gabbana, coach outlet, hollister, marc jacobs, louis vuitton, gucci, ugg,uggs,uggs canada, links of london, juicy couture outlet, michael kors outlet online, montre pas cher, ugg,ugg australia,ugg italia, pandora charms, supra shoes, toms shoes, juicy couture outlet, louboutin, pandora jewelry, ralph lauren, ugg pas cher, michael kors outlet, pandora uk, swarovski crystal, ray ban, wedding dresses, karen millen uk, louis vuitton

Unknown disse...

coach factory outlet
lebron 14 shoes
cheap jordans
michael kors outlet clearance
pandora jewelry outlet
cheap ray ban sunglasses
michael kors handbags
christian louboutin heels
nike outlet online
coach outlet online
2017.4.11chenlixiang