[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

sexta-feira, 29 de abril de 2016

Operações de troco e destroco


A fim de permitir a adequação da oferta à procura de numerário e assegurar uma eficiente circulação e redução do risco de escassez, no território nacional, de algumas denominações de notas e de moeda metálica corrente, o Banco de Portugal disponibiliza ao público, na sua rede de balcões de tesouraria, através de operações de troca directa, as denominações e quantidades desejadas de notas e/ou de moeda metálica corrente.
As condições são as seguintes:
  • Na troca de elevadas quantidades de notas, estas deverão ser apresentadas agrupadas por denominação e, preferencialmente, faceadas e orientadas, isto é, com a face das notas voltada para cima e todas na mesma direcção;
  • Na troca de moeda corrente, esta deverá ser separada por denominação;
  • O apresentante deve preencher um impresso próprio para requisição de numerário (ver documento associado nesta página) onde se identifica e discrimina, por denominação, as quantidades (de nota e/ou moeda) que entrega, bem como as que pretende receber. 
(...)

Sem comentários: