[ Director: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano X

terça-feira, 14 de março de 2017

A regra dos 5 segundos e outros mitos da segurança com a comida




 
Autor:
A Food Standards Agency desmascarou alguns mitos da segurança alimentar. O Observador decidiu mostrar-lhe agora algumas das respostas.
Ethan Miller

Será que se deixarmos cair um pedaço de comida no chão e o apanharmos em cinco segundos vai estar livre de bactérias? E se comermos carne de porco mal passada, vai fazer-nos mal? A BBC resolveu avaliar alguns mitos sobre a segurança alimentar e dar a conhecer várias dicas de higiene e conservação dos alimentos, de acordo com um estudo com uma investigação da Food Standards Agency. O Observador mostra-lhe algumas das respostas.

Será que a regra dos cinco segundos existe mesmo?

Alguns conhecem-na como a regra dos cinco segundos, outros como a regra dos três. A teoria de que se deixarmos cair um alimento no chão e o apanharmos num espaço de cinco segundos para não ficar com bactérias não passa disso mesmo: uma teoria. Quem o garante é Ronald Cutler, microbiologista da Universidade de Londres Queen Mary, que conduziu um estudo baseado na análise de vários tipos de alimentos que tinham já caído numa superfície contaminada com a bactéria escherichia coli (que se encontra normalmente no trato gastrointestinal). Resultado: mesmo quando os alimentos são apanhados cinco segundos depois, ficam contaminados e impróprios para consumo. Ou seja, mesmo se deixarmos cair um pedaço de comida num determinado local mesmo (aparentemente) pouco contaminado e o apanharmos cinco segundos depois, devemos colocá-lo no lixo, e não comê-lo.

Podemos lavar frango cru antes de o cozinhar?

(...)

Sem comentários: