[ Director: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano X

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Bancário do BPN condenado a sete anos de prisão por burlar clientes




-
O Tribunal de Santa Maria da Feira condenou Fernando Gonçalves, ex-gerente bancário do BPN em Oliveira de Azeméis, a uma pena de sete anos de prisão efectiva e a uma indemnização de cinco milhões de euros à instituição.

O homem de 50 anos foi considerado culpado de 27 crimes de burla qualificada, de 31 de falsificação de documentos e de um crime de infidelidade. Em cúmulo jurídico, foi-lhe fixada uma pena única de sete anos de prisão, mas a soma das penas parcelares aplicadas ascendeu a 111 anos.

Em causa está o facto de o ex-bancário ter enganado clientes que depositavam dinheiro na agência do BPN, convencendo-os de que estavam a fazer depósitos a prazo com taxas de juro apetecíveis. Mas, na verdade, aplicava o dinheiro em produtos financeiros de risco, tendo acumulado um prejuízo de 1,5 milhões de euros.

Quando os clientes burlados pretendiam levantar o dinheiro, Fernando Gonçalves forjava documentos com assinaturas falsas e movimentava contas de outros clientes, tendo em vista assegurar a liquidez solicitada pelo resgate/reembolso da aplicação.

(...)

Sem comentários: