[ Director: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano X

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Pessoas com reformas mais altas vivem mais tempo


ESTUDO DO DIA

Diz-se que o dinheiro não traz felicidade, mas pode trazer vida. Um estudo revela que as pessoas que ufufruem de reformas mais altas vivem mais tempo

José Carlos Carvalho
O valor dos benefícios sociais influencia a longevidade de vida? Um estudo publicado pela organização sem fins lucrativos, a National Bureau of Economic Research, nos EUA, revelou que a esperança de vida aumentou para as pessoas que recebem melhores reformas.

A pesquisa, conduzida por 13 economistas e especialistas em políticas de saúde, avaliou os dados de rendimentos sociais de homens nascidos em 1930 e comparou com homens nascidos em 1960.

Os resultados demonstraram que, em 1980, um indivíduo de 50 anos que usufruía do quinto escalão de benefícios sociais tinha uma esperança de vida de mais cinco anos que um indivíduo da mesma idade, com um escalão de rendimentos sociais mais baixo. Em 2010, a esperança de vida aumentou para 12,7 anos.

A disparidade de resultados está relacionada com o facto de indivíduos com maor poder económico receberem pensões e reformas mais altas, o que pode proporcionar estilos de vida com mais conforto e qualidade.
(...)

Sem comentários: