[ Director: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano X

quinta-feira, 27 de abril de 2017

Treino matinal é mais produtivo em jejum


Come antes do treino porque pensa que está a criar um "stock" de energia? Talvez, mas os resultados são melhores quando não come nada

Spencer Platt / GettyImages
Se gasta muito tempo a equacionar o que comer antes do treino e com que antecedência, um novo estudo simplifica a questão: não comer antes de praticar exercício pode ser mais rentável.

Uma investigação realizada pela Universidade de Bath (Reino Unido), publicada no American Journal of Psysiology, revelou que treinar em jejum pode queimar mais calorias.

Os investigadores observaram um grupo de homens com excesso de peso que caminharam durante uma hora, sem terem comido nada, e, noutra ocasião, outras duas horas, após terem comido um pequeno-almoço rico em hidratos de carbono. Foram feitas análises ao sangue em jejum, depois de os participantes comerem e no fim de terem feito exercício em ambas as ocasiões.

Os resultados indicam que quando se come antes do treino, isso vai afetar a quantidade de gordura que se queima durante o exercício e alterar também a atividade molecular dentro das células do tecido adiposo. Depois de comer, os músculos em esforço podem usar rapidamente o açúcar que chegou ao sangue através da refeição. Por outro lado, se não se comeu nada, os músculos vão buscar as reservas de gordura, o que não é tão "fácil" como ir simplesmente ao açúcar: requer mais atividade metabólica para transformar essa gordura essa energia, o que é bom quando o exercício é moderado, mas torna-se uma fonte ineficaz de energia durante um treino de grande intensidade.

(...)

Sem comentários: