[ Director: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano X

sexta-feira, 5 de maio de 2017

ANACOM recebeu mais de 69 mil reclamações em 2016

Em 2016, a ANACOM (Autoridade Nacional de Comunicações) recebeu cerca de 69,5 mil reclamações, um aumento de 9% face ao ano anterior, invertendo a tendência de redução verificada em 2015.

As reclamações sobre comunicações eletrónicas representam 83,6% do total recebido e aumentaram 6% face a 2015. A taxa de reclamações, isto é, o número de reclamações por mil clientes, foi de 4 reclamações por mil clientes, mais 0,3 reclamações do que no ano anterior.

Nas reclamações sobre comunicações eletrónicas, os assuntos mais reclamados foram “Venda do serviço” (15,7% do total), o “Cancelamento do serviço” (14,4%), “Equipamento” (10,8%), “Faturação” (10,5%) e “Avarias” (9,6%). Destaque ainda para o aumento do número de reclamações relacionadas com “Alteração das condições contratuais” (mais 1.708 reclamações do que 2015, tendo subido do 10.º para o 6.º lugar no ranking dos assuntos mais reclamados).

Dentro das comunicações eletrónicas, o serviço telefónico móvel foi o mais reclamado, sendo que o principal motivo de reclamações foi o “Equipamento” (35,1%). Os pacotes de serviços foram o segundo serviço mais reclamado, mas apresentavam a maior taxa de reclamações (4,7 reclamações por mil clientes). Os principais motivos das reclamações sobre pacotes foram a “Venda do serviço” (22,9%), o “Cancelamento do serviço” (22,7%), e as “Avarias” (13,3%).
 
(...)

Sem comentários: