[ Director: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano X

sexta-feira, 19 de maio de 2017

Informação DGC 23-2017 -- A REDE CEC ALERTA OS CONSUMIDORES PARA O FREQUENTE AUMENTO DE PREÇOS DURANTE O PROCESSO DE RESERVA DE FÉRIAS EM LINHA - comunicado de Imprensa


 COMUNICADO DE IMPRENSA


A rede CEc ALERTA OS consumidores para o frequente aumento de preços durante o processo de reserva de férias em linha

10 dicas para os consumidores evitarEM surpresas quando fazem reservas de férias em linha 

O tempo convida a passear e as férias de Verão estão a aproximar-se. Por isso, é também o tempo oportuno para a rede de Centros Europeus do Consumidor (Rede CEC-ECC-Net) divulgar o seu relatório “Online holiday booking: is the initial price the final price?” (Reserva de férias em linha: o preço inicial corresponde ao preço final?). Cada vez mais consumidores usam a Internet para comprarem as suas férias: a reserva pode ser feita apenas com um clique. Nos últimos dois anos, mais de 20% dos contactos recebidos pelos CEC estavam relacionados com a compra de férias. É bom lembrar que nem sempre um aparente bom negócio é um negócio vantajoso! A rede CEC quer tornar os consumidores mais conscientes do possível aumento do preço durante o processo de reserva de férias em linha. Para ajudar os consumidores a não serem surpreendidos, a rede CEC identifica 10 dicas para evitar surpresas desagradáveis quando comprarem as férias na Internet.

o aumento de preço nas reservas de férias em linha, o que REVELa o relatório da rede cec?
Diferenças de preços entre a reserva e o pagamento final existem e são mais frequentes nas viagens de avião. Na maioria desses casos, o aumento dos preços deve-se a:
ü  Taxas de serviço.
ü  Taxas de pagamento por cartão de crédito.
ü  Taxas de check-in de passageiros.


10 dicas da rede cec para os consumidores sobre como evitar surpresas quando reservam as suas férias em linha
ü  Os preços devem ser indicados com todas as taxas incluídas
ü  Verificar se os serviços extra estão incluídos
ü  Não se precipitar quando efetua reservas em linha
ü  Certificar-se de que a função « datas flexíveis» não está pré-definida
ü  Seguro? Saber o que inclui!
ü  Os campos pré-selecionados não são permitidos na UE
ü  Taxas de pagamento por cartão de crédito devem estar adicionadas
ü  Fazer print screens daquilo que se está a reservar
ü  Verificar mais do que uma vez
ü  Verificar a caixa de correio eletrónico.

Dicas da Rede CEc para as empresas
ü  Destacar-se como modelo a seguir – adotar modelos visíveis de boas práticas
ü  Fazer uso de uma política de indicação de preços transparente e detalhada
ü  Garantir um serviço de apoio ao consumidor rápido e prestável
ü  Ter uma marca de confiança (Trustmark) fiável
ü  Ter clientes satisfeitos que partilhem em linha as suas experiências positivas com outros consumidores.

É bom saber que
Em período idêntico ao da realização do projeto conjunto da Rede CEC sobre as reservas de férias em linha, a Comissão Europeia e as autoridades nacionais de proteção dos consumidores da UE realizaram uma avaliação coordenada (sweep) comparativa de 352 sítios eletrónicos de reservas de viagens e de comparação de preços na UE, em Outubro de 2016, e emitiram um comunicado de imprensa no dia 7 de abril de 2017. Uma atualização desta análise será feita em Junho de 2017 para verificar se as irregularidades detetadas foram corrigidas.

Sobre a Rede CEC
A Rede de Centros Europeus do Consumidor (Rede CEC- ECC-Net) é constituída por 30 centros, localizados nos 28 Estados Membros, na Islândia e na Noruega. Os centros disponibilizam informação e assistência de forma gratuita aos consumidores em conflitos de consumo transfronteiriços no âmbito da União Europeia, da Islândia e da Noruega. A Rede ajuda os cidadãos a garantir que os seus direitos são respeitados e a colher os benefícios do Mercado Interno.

Consultar a Síntese do Relatório da Rede CEC (em Português)
Consultar a versão completa do Relatório da Rede CEC (em Inglês)
Para obter mais informação sobre a avaliação coordenada da Comissão Europeia: http://europa.eu/rapid/press-release_IP-17-844_pt.htm







Centro Europeu do Consumidor | European Consumer Centre-Portugal
DIREÇÃO-GERAL DO CONSUMIDOR
Praça Duque de Saldanha, 31 -1.º | 1069-013 Lisboa – Portugal
T:+351 21 356 4750 | F:+351 21 356 4719


A Rede dos Centros Europeus do Consumidor

                                                                       
Praça Duque de Saldanha n.º 31, 3.º, 1069-013 Lisboa. Tel. 213 564 600; Fax. 213 564 719
Endereço eletrónico: dgc@dg.consumidor.pt. Portal do Consumidor - www.consumidor.pt  Facebook   https://www.facebook.com/dgconsumidor

Sem comentários: