[ Director: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano X

quarta-feira, 14 de junho de 2017

Bebedeiras na adolescência duplicam o risco de morte precoce


Uma investigação da Universidade da Florida em Gainesville, nos Estados Unidos, revela que o risco de morte é substancialmente maior em pessoas que iniciaram o consumo de álcool antes dos quinze anos. 
 
créditos: Pixabay

 
"O início precoce do consumo de álcool e a embriaguez estão associados a distúrbios que podem desempenhar um aumento na taxa de mortalidade precoce", explica Hui Hu, principal autor do estudo, citado pela Reuters.

A investigação, iniciada na década de 1980, recolheu e analisou dados sobre o consumo de álcool de quase 15 mil adultos entre os 18 e os 44 anos, acompanhados durante 27 anos.

Em comparação com os participantes que garantiram nunca terem estado alcoolizados, aqueles que estiveram pelo menos uma vez antes dos 15 anos revelaram ter 47% mais de hipóteses de morrer durante o período do estudo.

Dos participantes (61%) que indicaram já terem estado embriagados, cerca de 13% revelou que isso aconteceu pela primeira vez antes dos quinze anos.
 
(...)

Sem comentários: