[ Director: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano X

segunda-feira, 12 de junho de 2017

Crédito fácil e sem critérios na mira do Governo

 
 
 
Economia
/ VC
 
 12-06-2017

Ministra da Justiça quer que se aja de forma precoce junto dos consumidores e penalizar instituições que concedem empréstimos sem o deverem fazer. Mostra-se também preocupada com o tempo que leva a cobrar uma dívida e traça uma meta

Francisca Van Dunem.
LUSA
Francisca Van Dunem 
O Governo está a estudar formas de resolver o sobreendividamento das famílias, e não exclui penalizar as instituições que dão crédito fácil e sem critérios a quem não pode pagar.

Ainda na semana passada, o Banco de Portugal alertou para tentação do crédito fácil, realçando que, apesar da retoma, país ainda enfrenta uma série de vulnerabilidades. Os bancos podem ter a tentação de conceder empréstimos sem grandes restrições dada a pressão das taxas de juro baixas, que se deverão manter ainda por algum tempo. Lembra-se do que aconteceu em 2007/2008 com a crise do subprime? É esse o receio do Banco de Portugal.

Hoje, em entrevista à Antena 1 e ao Jornal de Negócios, a ministra da Justiça, Francisca Van Dunem disse que constituiu um grupo de trabalho para encontrar mecanismos que permitam agir, de forma precoce, junto dos consumidores que estejam em risco de deixar de poder cumprir as suas obrigações.

Uma das medidas em vista neste combate ao sobreendividamento é o envio de alertas às famílias, ao mesmo tempo que se tenta ajudá-las a reestruturar as dívidas.
(...)

Sem comentários: