[ Director: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano X

quinta-feira, 29 de junho de 2017

Devolução dos manuais escolares. Escolas não sabem o que fazer e podem acabar no lixo

Ouvir Emissão

 
 Carla Rocha

Muitos pais recusam-se a entregar livros por considerarem que não vão poder ser reutilizados.
Foto: Nuno Veiga/ Lusa

As escolas do primeiro ciclo já estão a receber os manuais do 1.º ano que foram disponibilizados no início do ano lectivo pelo Governo, mas os directores não sabem que destino dar-lhes uma vez que grande parte não será reutilizável. 

A notícia está a ser avançada pelo "Jornal de Notícias". Segundo o diário, a maioria dos agrupamentos optará por armazená-los enquanto tiver espaço, adiando para já, o envio para o papelão. 

Já do lado dos pais, muitos ponderam não entregar os manuais por considerarem que não vão poder ser reutilizados, tendo em conta que os livros estão preenchidos, com sublinhados, desenhos, pinturas, autocolantes e repostas escritas que, mesmo apagadas, deixarão as folhas marcadas e as respostas decalcadas. "Se não são reutilizáveis para quê devolvê-los, questiona a Confederação Nacional das Associações de Pais (CONFAP). 

O presidente da CONFAP considera que "os livros servem de apoio para os anos seguintes e de consulta para as famílias que precisem de auxiliar os filhos nos trabalhos de casa e nos trabalhos durante as férias", aludindo ainda a razões afectivas para registo do ano em que o filho aprendeu a ler e a escrever.
(...)

Sem comentários: