[ Director: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano X

segunda-feira, 19 de junho de 2017

Mário Frota: “Lisboa continua a ser o país e o resto paisagem”



emissão online 

19/06/2017


O incêndio de Pedrógão Grande foi o grande tema do Alvorada de hoje (19). O comentário esteve a cargo do presidente da Associação Portuguesa de Direito de Consumo (APDC), Mário Frota.



Como destacou o Jornal i, esta é das maiores catástrofes que alguma vez aconteceu em Portugal. A sua dimensão ganhou destaque também nas publicações internacionais. O presidente da APDC lamentou o incidente e referiu que as autoridades políticas têm de “repensar o país”. Acredita que os jovens devem fazer parte desta mudança e a vida no interior deve ser favorável como nas grandes cidades.



Mário Frota considera que o melhor será aguardar pelas conclusões dos inquéritos e que será pouco produtivo especular sobre as causas do incêndio e eventuais erros cometidos. 



Ainda no âmbito nacional, falou-se sobre nova proposta do Governo que vai ser discutida hoje com os sindicatos. Segundo o Público, a medida, se aprovada, abrigará os desempregados que asseguraram funções permanentes nos serviços e organismos públicos. Estes antigos precários poderão candidatar-se aos concursos de regularização que o Governo se prepara para lançar até ao final de 2018. No entanto, teme-se que as condições contratuais oferecidas sejam inferiores às de que usufruíram anteriormente. Mário Frota avaliou a criação desse regime específico.



As eleições francesas também foram tema do Alvorada de hoje. A coligação de Emannuel Macron obteve 361 dos 577 deputados na Assembleia Nacional. Mário Frota disse que esta maioria foi uma revelação. O presidente da APDC comentou também os números da abstenção e previu futuras greves e contestação às reformas prometidas pelo presidente.



O programa contou com a rubrica Foyer, na voz de André Pinheiro. O comentário pode ser ouvido na íntegra aqui.
 (...)

António Calheiros, Clara Reis e Ian Ezerin

Sem comentários: