[ Director: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano X

terça-feira, 11 de julho de 2017

Autoridades apreendem em média 13 armas de fogo por dia

O aumento das vendas de armas de alarme turcas no mercado negro está a assustar as autoridades, sendo que em vários países, como a Espanha, a venda é livre, o que faz com que estes facilmente cheguem a Portugal.

guns, pistols, rifle, revolvers, and ammunition
 
Só o ano passado foram apreendidas pelas autoridades 4.853 armas de fogo. Contas feitas, foram cerca de 13 unidades por dia. A preocupar as autoridades policiais europeias está a proliferação de armas de alarme de fabrico turco, adaptadas para o calibre 9mm, que têm vindo a ser muito procuradas pelas organizações criminosas e que são consideradas “extremamente perigosas”. 

Segundo avança o ‘Jornal de Notícias’, os números de apreensões na área da PSP quase duplicaram de 2015 para o ano passado. Em 2014 foram confiscadas 1.421 armas, no ano seguinte 1.697 e no ano passado 2.833, de acordo com fonte da Direção Nacional da PSP, que salienta que “estes valores não refletem a totalidade das armas de fogo apreendidas, pois dentro da classe A há outras armas proibidas que não as de fogo”.

O aumento das vendas de armas de alarme turcas no mercado negro está a assustar as autoridades, sendo que em vários países, como a Espanha, a venda é livre, o que faz com que estes facilmente cheguem a Portugal.

O intendente Pedro Moura, responsável pela seção de Departamento de Armas e Explosivos (DAE) da PSP, sublinha que “em Portugal, assim como no resto da Europa, têm sido intensificadas as ações de controlo” e “com bons resultados, como se vê nas estatísticas, em que o número de crimes com armas de fogo tem baixado sistematicamente”. 

(...)

Sem comentários: