[ Director: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano X

terça-feira, 11 de julho de 2017

Peso de renováveis na produção elétrica cai para 47%

 
 
 
Economia

É o balanço do primeiro semestre publicado pela Associação de Energias Renováveis

Energias renováveis.
Reuters
Energias renováveis
As energias renováveis contribuíram para menos de metade da produção de eletricidade no primeiro semestre. Até junho, ficou nos 46,9% do total, quando no mesmo período de 2016 representava 71%.

"O primeiro semestre de 2017 terminou com uma contribuição da produção de eletricidade renovável de 46,9% em termos acumulados, o que correspondeu a 12.992 GWh" (gigawatts por hora), refere o Boletim Energias Renováveis, publicado pela Associação de Energias Renováveis (APREN), citado pela Lusa.

A redução percentual de renováveis no sistema eletroprodutor português "fez com que o preço da eletricidade no mercado spot diário do MIBEL [mercado ibérico de eletricidade] subisse para 51,4 euros/MWh [megawatts por hora] no 1.º semestre de 2017, quando comparado com o período homólogo do ano anterior, em que o preço foi mais baixo (29,69 euros/MWh)", devido à maior contribuição da renovável no sistema.

Até final de junho, a energia eólica foi a renovável que gerou mais eletricidade, com 23%, seguida da hídrica, com 17,4%, enquanto a bioenergia e a solar ficaram nos 5,1 % e 1,4%, respetivamente.

(...)

Sem comentários: