[ Director: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano X

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Arrendamento. Preços mais altos empurram pessoas para a periferia

por: Sofia Martins Santos
11/08/2017


Dados mostram que a maior procura de arrendamento se verifica no centro das principais cidades, de forma acentuada onde há universidades

João Girão

Os atuais preços praticados no mercado de arrendamento são insustentáveis para a maioria dos portugueses e a oferta de-sajustada da procura tem arrastado as pessoas para as periferias. De acordo com os últimos dados da Century 21 Portugal, os primeiros seis meses do ano mostram que, durante este período, o valor médio de arrendamento, a nível nacional, se fixou nos 680 euros, o que revela um aumento de 10% face à média de 620 euros registada no mesmo período do ano anterior. “A atual oferta do mercado de arrendamento não é suficiente, nem adequada, para dar resposta aos níveis de procura dos consumidores portugueses, o que provoca um aumento sistémico do valor médio do arrendamento”, explica a análise feita ao setor imobiliário nacional. 

Há muitos exemplos que provam esta tendência. Por exemplo, um T2 em Lisboa, que se arrendava normalmente por 700 euros ao mês, pode chegar agora facilmente aos 1300 euros. 
 
(...)

Sem comentários: