[ Director: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano X

terça-feira, 29 de agosto de 2017

Avaliação bancária das casas chega a um novo máximo histórico

Os dados divulgados esta manhã pelo Instituto Nacional de Estatística não deixam dúvidas: as casas portuguesas nunca valeram tanto como agora, na opinião dos bancos.

in "Noticias ao MInuto", 29.Ago.2017

Avaliação bancária das casas chega a um novo máximo histórico 
© iStock

Oito anos depois da queda do Lehman Brothers ter levado a um colapso do mercado imobiliário, os valores das habitações conseguiram ultrapassar os registos pré-crise e atingiram um novo máximo em Portugal. 
"O valor médio de avaliação bancária para o total do País fixou-se em 1 117 euros por metro quadrado (euros/m2) em julho, mais 5 euros do que o observado em junho. Este valor representa um aumento de 0,4% em relação ao registado no mês precedente e 4,6% face ao mesmo mês do ano anterior", explica o INE num destaque estatístico publicado esta terça-feira. 
Desde abril de 2016 que o valor médio de avaliação das casas pela banca sobre todos os meses, com os apartamentos a registarem novamente um crescimento de preços superior ao das moradias. 
"A nível regional, as maiores subidas registaram-se no Centro (1%) e na Área Metropolitana de Lisboa (0,9%). A única descida verificou-se na Região Autónoma dos Açores (-0,8%). Em comparação com o período homólogo, o valor médio de avaliação registou um crescimento de 4,6% em julho (variação de 4,4% no mês anterior). As varia- ções mais significativas observaram-se no Algarve (5,6%) e no Norte (5,5%), tendo a Região Autónoma dos Açores apresentado o menor crescimento (1%)", regista o INE.

Sem comentários: