[ Director: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano X

quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Este é o segundo homem mais rico da Ásia (graças a um telemóvel de 19 euros)



por: Tamara Lopes
03-07-2017

Segundo o Bloomberg Billionaires Index, o novo telemóvel de 23 dólares (pouco menos de 20 euros) poderá expandir o mercado da rede móvel de quarta geração de Ambani no interior da Índia.


O património líquido de Mukesh Ambani, presidente da Reliance Industries, aumentou 12,5 mil milhões de dólares (10,55 mil milhões de euros) este ano, na sequência de um novo recorde das ações da sua empresa: o novo telemóvel de 23 dólares (19,4 euros), lançado em junho deste ano, poderá expandir o mercado da rede móvel de quarta geração de Ambani no interior da Índia, segundo o  Bloomber Billionaires Index. Os assobios e os aplausos que o JioPhone recebeu ofuscou o facto de que, de acordo com um indicador, a dívida da empresa aumentou para um máximo de pelo menos 15 anos, revela a Bloomberg. Ambani torna-se, assim, o segundo homem mais rico do continente asiático. 

Existente há sete anos, a empresa de Ambani já investiu mais de 31 mil milhões de euros, sem registar qualquer lucro. Aliás, a dívida total do grupo quase que triplicou desde março de 2012 e provocou uma guerra de preços viciosos no segundo maior mercado de comunicações móveis a nível mundial. As unidades de refinação e petroquímicos originaram perto de 90% das receitas da Reliance, e o retalho, a media e a exploração de energia contribuíram para os restantes 10%. 

A corretora local Kotak Securities emitiu uma nota de alerta a 23 de julho, para reduzir a classificação da ação da empresa. “Continuamos cautelosos com a alta projeção do gasto de capital e o aumento dos níveis de dívida líquida”, afirmaram os analistas Tarum Lakhotia e Akshay Bhor, em Mumbai.
Continuar a ler (...)                        

Sem comentários: