[ Director: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano X

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Crédito à habitação indexado à Euribor a 12 meses superou a dos seis meses




por: Fernanda Pedro
03-07-2017

O número de novos contratos de crédito à habitação e o montante concedido aumentaram, respetivamente, 34,2% e 39,6% em 2016, a grande novidade foi a Euribor a 12 meses ter sido o indexante mais utilizado, ultrapassando, assim, a Euribor a 6 meses.


O ano passado foram celebrados 57 912 contratos de crédito à habitação num total de 5,5 mil milhões de euros. O número de novos contratos e o montante de crédito concedido aumentaram, respetivamente, 34,2% e 39,6% em 2016, depois de terem registado crescimentos de 51% e 65% em 2015, de acordo com o relatório revelado hoje pelo Banco de Portugal (BdP) – Relatório de Acompanhamento dos Mercados Bancários de Retalho 2016. 

Assim, segundo o BdP 2016 voltou a ser um ano quem que o montante de novas contratações foi superado pelos reembolsos antecipados e pelos vencimentos, resultando numa redução do valor global da carteira de crédito à habitação, de 90,5 mil milhões de euros, no final de 2015, para 88,4 mil milhões de euros, no final de 2016. Foram ainda realizados reembolsos antecipados em contratos de crédito à habitação no montante de 3,2 mil milhões de euros, mais 45,4% do que no ano anterior. 

Também o montante médio dos novos contratos de crédito à habitação aumentou (4%), assim como o prazo médio contratado (de 32,1 para 32,8 anos). A maioria dos contratos (83,4%) continuou a ser celebrada a taxa de juro variável, embora a importância deste tipo de taxa de juro se tenha reduzido (89,5% em 2015). A Euribor a 12 meses foi o indexante mais utilizado, ultrapassando, assim, a Euribor a 6 meses, o indexante mais frequente em 2015.

(...)

Sem comentários: