[ Director: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano X

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Central de Mortágua transforma por ano 137 mil toneladas de ‘lixo’ florestal em eletricidade

por:
14.Agosto.2017 

A central de Mortágua transforma anualmente 137 mil toneladas de ‘lixo’ florestal em eletricidade, o suficiente para cinco meses de consumo doméstico de energia no concelho de Coimbra, além de contribuir para a redução de risco de incêndio.

Localizada numa zona florestal junto à Barragem da Aguieira, no lugar do Freixo, a Central de Biomassa Florestal de Mortágua recebe diariamente cerca de 30 veículos pesados com ‘lixo’ florestal, proveniente da limpeza de matas e que servirá de combustível para produção de energia elétrica.

À entrada para a central, os camiões passam por uma balança onde são pesados e por cada tonelada de ‘lixo’ florestal é paga uma média de 20 euros, tendo em conta o fator qualidade.

“A biomassa é um combustível muito heterogéneo e temos de ter um padrão de qualidade, que depende da forma como é tratada na floresta e da percentagem de humidade, que deve ser entre 25 a 35%, e a quantidade de inertes: areias e pedras que vêm agregadas”, explicou Silva Lopes, da direção de Cogeração e Biomassa da EDP.

A fragrância que transpira de um camião que acaba de chegar adivinha o carregamento de ramagem de eucalipto que traz no seu interior, mas minutos depois um outro pesado traz biomassa triturada que só a experiência de largos anos de trabalho dos funcionários permite identificar.
 
(...)

Sem comentários: