[ Director: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano X

quinta-feira, 3 de agosto de 2017

China desvaloriza erro nas eleições da Venezuela: “Realizaram-se sem problemas”

O ministro dos Negócios Estrangeiros chinês disse que o governo venezuelano e a população têm a capacidade de lidar adequadamente com os seus assuntos internos.

REUTERS/Carlos Garcia Rawlins
 
A China está a remar contra a maré no que diz respeito à eleição da Assembleia Constituinte da Venezuela, comparativamente com os Estados Unidos da América, o Canadá, a Argentina ou a Europa, por exemplo. 

O ministro dos Negócios Estrangeiros da China desvaloriza as alegadas irregularidades no sufrágio e indicou que e as eleições foram, de forma geral, “realizadas sem problemas”. O ministro chinês refere que observou as reações de todas as “partes relevantes” e que a China não gosta de interferir nos assuntos internos de outros países. 

A China, um dos principais aliados do país liderado por Nicólas Maduro, acredita que “o governo venezuelano e a população têm a capacidade de lidar adequadamente com os seus assuntos internos”. “Uma Venezuela em estável desenvolvimento acorda com todos os interesses laterais”, afirmou o governante, em declarações citadas pela Reuters.
 
Continuar a ler (...)

Sem comentários: