[ Director: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano X

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Crédito à habitação e ao consumo continua a crescer e a ficar mais barato

Notícias ao Minuto 

por: Bruno Mourão

03-08-2017

 

O Relatório de Acompanhamento dos Mercados Bancários de Retalho divulgado hoje pelo Banco de Portugal revela que o número de contratos de crédito voltou a aumentar e a aproximar-se dos máximos pré-crise.

Crédito à habitação e ao consumo continua a crescer e a ficar mais barato
O crédito para a compra de casa pode não ter crescido tanto em 2016 como em 2015, mas continua a aumentar rumo a níveis que já não se veem desde a queda do Lehman Brothers: "Em 2016, foram celebrados 57 912 contratos de crédito à habitação num total de 5,5 mil milhões de euros. O número de novos contratos e o montante de crédito concedido aumentaram, respetivamente, 34,2% e 39,6% em 2016, depois de terem registado crescimentos de 51% e 65% em 2015.". 

"O montante de novas contratações foi, contudo, superado pelos reembolsos antecipados e pelos vencimentos, resultando numa redução do valor global da carteira de crédito à habitação, de 90,5 mil milhões de euros, no final de 2015, para 88,4 mil milhões de euros, no final de 2016. Em 2016, foram realizados reembolsos antecipados em contratos de crédito à habitação no montante de 3,2 mil milhões de euros, mais 45,4% do que no ano anterior", revela o Banco de Portugal no Relatório de Acompanhamento dos Mercados Bancários de Retalho publicado esta manhã. 

(...)

Sem comentários: