[ Director: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano X

terça-feira, 29 de agosto de 2017

Créditos das empresas e famílias por pagar estabilizam em julho

Os dados divulgados esta manhã pelo Banco de Portugal dão nota de uma alteração em baixa muito ligeira na percentagem de créditos vencidos.

Créditos das empresas e famílias por pagar estabilizam em julho 
© iStock

Talvez por ser o primeiro mês de calor suficiente para dar as boas vindas ao verão, julho foi bastante calmo no mercado do crédito bancário. 

Segundo o boletim estatístico revelado hoje pelo Banco de Portugal, o crédito vencido estabilizou no mês passado, com variações muito ligeiras nas empresas e nas famílias. 

"O rácio de crédito vencido das sociedades não financeiras manteve-se em 14,9%, enquanto a percentagem de devedores com crédito vencido aumentou 0,1 pontos percentuais, fixando-se em 26,5%. (…) O rácio de crédito vencido dos empréstimos às famílias situou-se em 4,5%, reduzindo 0,1 pontos percentuais face a junho. A percentagem de devedores com crédito vencido manteve-se em 12,8%", pode ler-se no documento oficial do regulador do sistema financeiro nacional. 

Foram também revelados os dados sobre os novos empréstimos concedidos pelos bancos às sociedades não-financeiras e aos agregados familiares, uma área na qual a variação homóloga negativa se mantém, ainda que num ritmo menos intenso: "Em julho de 2017, a taxa de variação anual dos empréstimos concedidos às sociedades não financeiras foi de -3,6%, o que representa um aumento de 0,4 pontos percentuais face a junho". 

"Em julho de 2017, a tva dos empréstimos concedidos às famílias foi de -0,8%, refletindo uma variação positiva de 0,1 pontos percentuais face ao mês anterior. A taxa de variação anual aumentou 0,3 pontos percentuais, para 5,3% no segmento do consumo e outros fins e manteve-se em -2,2% no segmento da habitação", garante o Banco de Portugal.

Sem comentários: