[ Director: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano X

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Euribor sobe a 3 meses, mantém-se a 6 e 12 e desce a 9 meses

As taxas Euribor subiam hoje a três meses, mantinham-se a seis e 12 meses e desciam a 9 meses, face aos valores de quarta-feira.

Por Lusa
in "Noticias ao Minuto", 31.ago.2017

Euribor sobe a 3 meses, mantém-se a 6 e 12 e desce a 9 meses © iStock


A Euribor a três meses, em valores negativos desde 21 de abril de 2015, subiu hoje para -0,329%, embora acima do atual mínimo de sempre, de -0,332% fixado em 10 de abril.

No prazo dos seis meses, a taxa Euribor, a mais utilizada em Portugal nos créditos à habitação e que entrou em terreno negativo pela primeira vez em 06 de novembro de 2015, estabilizou nos -0,273% de quarta-feira.

Trata-se da quarta sessão consecutiva em que a taxa Euribor, neste prazo, se mantém inalterada, sendo que o atual mínimo de sempre a seis meses, de -0,274%, foi fixado pela primeira vez em 05 de julho.

A nove meses, a Euribor desceu para -0,213%, em relação à véspera, um novo mínimo.

Depois de se ter fixado em valores negativos entre 27 de novembro e 03 de dezembro de 2015 voltou para níveis abaixo de zero em 07 de janeiro de 2016, nos quais se tem mantido.

No prazo de 12 meses, a taxa Euribor, que desceu para valores abaixo de zero pela primeira vez em 05 de fevereiro de 2015, manteve-se hoje em -0,161%.

A Euribor a 12 meses está, no entanto, acima do mínimo de sempre, de -0,163%, atingido pela primeira vez em 23 de junho.

As Euribor são fixadas pela média das taxas às quais um conjunto de 57 bancos da zona euro está disposto a emprestar dinheiro entre si no mercado interbancário.

Sem comentários: