[ Director: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano X

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Falta de pontualidade nos aeroportos portugueses ronda os 20%

 
VIAGENS

por: João Oliveira
 
 17.08.2017
 
 
"Atrasos nos aeroportos portugueses acontecem com mais frequência do que nos outros países europeus", segundo um especialista.
Foto: REUTERS/Paulo Whitaker
 
O aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, é o mais incumpridor nos horários de chegada ao destino, segundo um estudo da AirHelp, concluindo também que a média de atrasos nas ligações aéreas portuguesas – que, entretanto, aumentaram – ronda os 20%. 
 
De acordo com a empresa especializada na defesa dos direitos dos passageiros aéreos, realizaram-se, nos primeiros sete meses deste ano, cerca de 112 mil voos com partida em aeroportos portugueses, mais 12 mil ligações do que em igual período de 2016.

Sobre a pontualidade, explica o country manager da AirHelp, Bernardo Pinto, que “a taxa de atrasos continua alta: entre os 15% e os 27%, dependendo do aeroporto de partida”. “Os atrasos nos aeroportos portugueses acontecem com mais frequência do que nos outros países europeus e talvez sejam a ocorrência mais habitual”, considera Bernardo Pinto, adiantando que “existe ainda uma margem larga de melhoria nesta matéria, com repercussões na vida dos passageiros, que muitas vezes passam por momentos de desgaste à espera de informações, perdem ligações, chegam tarde ao seu destino, perdem tempo de férias ou de trabalho”.
 
Conheça também os seus direitos quando perde um voo
 
 Os aeroportos mais e menos cumpridores 
 
Segundo o estudo, mais de oito milhões de passageiros aéreos têm, todos os anos, direito a uma compensação por atrasos, cancelamentos ou voos sobrelotados, mas apenas 2% conhecem os seus direitos e avançam com uma reclamação, o que se traduz em cerca de “2,3 mil milhões de euros ficam por reembolsar anualmente”.
(...)

Sem comentários: