[ Director: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano X

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Gastos dos portugueses com férias aumentam 40%


Global Media

Turismo

Valor despendido subiu desde 2012, mas continua abaixo da média da União Europeia.

É mais um sinal da recuperação da economia. Aos poucos, os portugueses vão voltando a gastar mais dinheiro. E as férias não são exceção. Os últimos dados do Gabinete de Estatísticas da União Europeia (Eurostat) revelam que, em 2015, cada português gastou em média 156,27 euros em estadias de pelo menos uma noite. É preciso recuar ao final da última década, antes dos anos da troika, para encontrar um montante tão elevado.

No primeiro lugar da tabela está o Luxemburgo, com gastos na ordem dos 740 euros por dia

Em 2012, um ano depois do pedido de ajuda externa, os gastos dos portugueses com férias não ultrapassaram os 111,78 euros por dia. No ano seguinte, o valor foi ainda menor, com a média dos gastos a ficar pelos 106 euros. Em 2014, quando os credores abandonaram o país, a despesa com férias já ascendeu a 140,83 euros. Em quatro anos, o montante aumentou 40%.

Quando a duração da estadia aumenta para quatro ou mais noites, o valor médio gasto pelos portugueses cresce para 350 euros, uma subida também de 40% face aos 250 euros estimados pelo Eurostat para o ano 2012.

Mais despesa com restaurantes

Para Desidério Silva, presidente do Turismo do Algarve, "o aumento da disponibilidade para gastar entre os portugueses é óbvio e fez-se sentir sobretudo nos últimos dois anos nos hotéis e na restauração", declarou ao JN/Dinheiro Vivo. E a média dos gastos na região será superior ao valor estimado pelo Eurostat para o conjunto do país.

(...)

Sem comentários: