[ Director: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano X

sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Politécnico do Porto vai disponibilizar formações gratuitas

O Politécnico do Porto vai disponibilizar, no próximo ano letivo, formações extracurriculares gratuitas em áreas como empreendedorismo e línguas, iniciativa criada no âmbito do primeiro orçamento de ação social que contou com a colaboração dos alunos.

Suporte básico de vida é uma das formações gratuitas previstas
 
Essas formações contemplam igualmente as áreas da comunicação em contexto clínico, autocad, preparação para exames da Ordem dos Solicitadores e agentes de execução, análise de dados e suporte básico de vida.
O Orçamento Participativo da Ação Social, apresentado esta sexta-feira na "European Student Services Conference - 39th French-German Colloquium on Student Affairs", em Berlim, foi "sinalizado por diversas entidades como pioneiro e inovador, em todo o espaço europeu", indicou à Lusa Paulo Ferraz, um dos administradores do Politécnico.
Com o orçamento participativo, cada aluno pode apresentar uma proposta nas áreas de missão dos serviços de ação social, que passam pelo alojamento, alimentação, bem-estar (serviços médicos, desporto e aconselhamento), cultura e cidadania.
As propostas são depois analisadas e votadas pelos restantes estudantes, sendo selecionada a que tiver mais votos.
Através deste "instrumento democrático", pretende-se "aumentar a proximidade do estudante na tomada de decisão e na escolha de algumas soluções para os problemas e para a melhoria da sua qualidade de vida, no politécnico, bem como incrementar os seus conhecimentos e competências", explicou o responsável pela Ação Social.
O Orçamento Participativo, que faz parte da estratégia global dos Serviços de Ação Social do Politécnico, vai ser incluído no plano de atividades do ano letivo de 2017/2018.
É coordenado por uma comissão que engloba o Conselho de Ação Social, o Provedor do Estudante e um representante de cada Associação de Estudantes, que, de acordo com o administrador, "foram agentes decisivos na implementação e na sucesso deste projeto".
Paulo Ferraz adiantou ainda que haverá uma conferência internacional, no Porto, em março de 2018, igualmente focada nos serviços ao estudante, na qual estarão envolvidos os parceiros da 39.ª "European Student Services Conference - 39th French-German Colloquium on Student Affairs".

Sem comentários: