[ Director: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano X

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Santa Casa muda regras de pagamento de prémios para impedir lavagem de dinheiro

A partir de domingo será necessário apresentar o número da conta bancária, o nome completo, a data de nascimento, o número de contribuinte e o número e o tipo de documento de identificação.

Charles Platiau/Reuters
 
A partir de domingo, as regras para pagamento de prémios de 2000 a 5000 euros dos Jogos da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa vão sofrer alterações, revela esta sexta-feira a TSF. A medida visa impedir o branqueamento de capitais e prevê que se apresente o número da conta bancária, o nome completo, a data de nascimento, o número de contribuinte e o número e o tipo de documento de identificação. 

O vice-provedor da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, Edmundo Martinho, afirmou à rádio que as normas em causa devem-se a uma diretiva da União Europeia. O porta-voz sublinhou ainda, na mesma entrevista, que não haverá mudanças nos prazos nem nas formas como os apostadores recebem o dinheiro. 

No final do mês passado, a Santa Casa já tinha informado a agência Lusa de que os jogos iriam sofrer alterações a partir deste mês. O Totobola e o pagamento dos prémios vão passar a ser diferentes, enquanto o Joker vai ser sorteado pela última vez a 6 de agosto. Nesse dia vão entrar em vigor novas regras “para que o pagamento de prémios aos nossos apostadores seja ainda mais seguro”.

Sem comentários: