[ Director: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano X

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

SMS, MMS e IM


 

 O que são?

A seguir às chamadas, o envio de mensagens é das funções mais caraterísticas dos telemóveis.


O SMS (Short Message Service – Serviço de Mensagens Curtas) foi o primeiro serviço que permitiu esta função. Algumas comunidades da Língua Portuguesa referem-se também a este serviço como torpedo.

Este serviço já existe há mais de 20 anos, tendo sido utilizado pela primeira vez em 1992. Atualmente este serviço é muito utilizado para uma troca de mensagens com pouco texto. Um SMS pode conter até 140 carateres (no entanto, carateres especiais, como símbolos e palavras com acentos e cedilhas, podem consumir mais que 1 carater). Hoje em dia todos os telemóveis permitem enviar mensagens que excedam este número de caracteres (o que acontece na realidade é que eles enviam a mensagem dividida em várias partes).

Este serviço era muito utilizado pelo público jovem na década anterior e deu origem à criação de várias abreviaturas em várias línguas. Hoje em dia é comum o uso do SMS para solicitar serviços, horários e adquirir informações (que podem dar origem à taxação de custos superiores ao de uma SMS normal).

Com a evolução tecnológica, o SMS deu origem ao MMS (Multimedia Message System – Sistema de Mensagens Multimédia), um serviço que permite a integração de imagens, vídeo e áudio às mensagens de texto. Este serviço ganhou popularidade no momento em que os telemóveis ganharam câmaras fotográficas, uma vez que permite a partilha de fotografias entre contactos. Para além disso, uma MMS permite um envio de uma mensagem de texto até 30 mil caracteres e com suporte a caracteres especiais.
(...)

Sem comentários: