[ Director: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano X

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Ver muita televisão está associado a um pior rendimento escolar


O alerta já tinha sido feito por uma especialista norte-americana na área da psicologia. Um novo estudo da Concordia University, no Canadá, volta a colocar o dedo na ferida. 
 

As crianças estão a ver muita televisão, o que acaba por comprometer o seu rendimento escolar. A tese é defendida por uma nova investigação da Concordia University, no Quebeque, no Canadá. Nos casos de famílias com baixos rendimentos, o problema tende a ser maior. «Ainda que se tratem de conteúdos de qualidade, é preciso monitorizar a quantidade total [de tempo que consagram à televisão]», adverte Caroline Fitzpatrick.

«Essa atividade rouba tempo a outras [que ajudam ao desenvolvimento da criança]», afirma a investigadora, coautora da pesquisa. A teoria é também subscrita por Lynne Murray. A professora de psicologia do desenvolvimento, autora do livro «Psychocoly of babies», diz mesmo que as crianças com menos de dois anos não vejam televisão, tal como a Academia Americana de Pediatria aconselha.
(...)

Sem comentários: