[ Director: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano X

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

11 Estratégias para convencer os filhos a comer legumes

Imagem Desdobramento

Os últimos dados do Inquérito Alimentar Nacional revelam que 31% das crianças até aos 10 anos não consome a quantidade de adequada de frutas e hortícolas. Para o ajudar a fornecer uma alimentação equilibrada ao seu filho, a nutricionista Ana Rita Lopes, coordenadora da Unidade de Nutrição Clínica do Hospital Lusíadas Lisboa, partilha algumas dicas que o vão ajudar a convencer os mais novos a comer legumes. 
“Não gosto de brócolos” ou “não quero comer sopa” são frases que estão na ponta da língua das crianças à hora das refeições. No entanto, desistir à primeira tentativa não deve ser uma opção: a American Society for Nutrition sugere aos pais que incentivem os filhos a provar oito a 12 vezes o alimento que recusaram, para que se adaptem ao novo sabor.

O consumo de legumes recomendado diariamente pela Organização Mundial da Saúde é de três a cinco porções. As crianças, naturalmente, rejeitam alimentos novos e introduzir legumes em cada refeição torna-se, muitas vezes, uma tarefa difícil no seio da família. 

Anote algumas dicas que o vão ajudar a proporcionar uma alimentação mais saudável num ambiente divertido e descontraído para toda a família: 

1. Envolver as crianças na escolha, na preparação e na apresentação dos alimentos. A criança deve ajudar a preparar as refeições, explicando-lhe quais os legumes que está a utilizar, porquê e como os deverá preparar;

2. Despertar a curiosidade da criança através da cor: ao escolher legumes de cores diferentes, está simultaneamente a promover uma alimentação diversificada e a estimular a curiosidade dos mais pequenos em relação aos legumes;

3. Diversificar as formas de confeção legumes (salteados, grelhados ou em estufados);
4. Usar a imaginação: à hora da refeição procure contar histórias e fazer jogos para estimular o consumo de legumes. Criar bonecos com os brócolos e cenouras ou cortar os vegetais como o pepino em forma de estrela são opções a explorar;

5. Para cativar a criança a consumir pratos diferentes procure dar nomes aos pratos ou mesmo aos legumes;

6. Crie uma pequena horta em casa de forma a ensinar à criança a origem dos alimentos que consome;

7. Leve a criança ao mercado para que possa ajudar a selecionar os legumes;

8. Associar os legumes a outros alimentos: para que a criança não ofereça tanta resistência, pode, por exemplo, juntar a cenoura cozida ao arroz, enrolar a carne em legumes, fazer um hambúrguer com carne e vegetais, ou mesmo incluí-los em sandes;

9. Forneça os legumes como um aperitivo. Por exemplo, palitos de cenoura ou aipo;

10. Familiarizar a criança com os legumes é importante: tenha sempre vegetais disponíveis à mesa. Mesmo que a criança não os consuma é importante que se familiarize com o aspeto, cor e cheiro dos legumes que atualmente não gosta;

11. Dê sempre o exemplo, consumindo o mesmo prato que pretende que a criança ingira.

 
in   Vital Health

Sem comentários: