[ Director: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano X

quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Ryanair cancela 400 mil reservas até março de 2018

  
Ryanair
Autor:

Cancelamentos entre novembro e março de 2018 afetam 400 mil passageiros. Clientes estão a ser avisados e podem escolher entre o reembolso e marcar um voo alternativo.
ARMANDO BABANI/EPA
A Ryanair vai cancelar mais 400 mil reservas de voos entre novembro e março do próximo ano, anunciou a empresa. Esta medida vai afetar os voos da companhia para Portugal e vários passageiros foram já avisados destes cancelamentos. As companhias de aviação têm de avisar do cancelamento de voos com, pelo menos, 14 dias de antecedência.

Aos passageiros, que estão a ser contactados por mail, é dada a escolha entre o reembolso do bilhete e a marcação de um voo alternativo. Vão também ter direito a receber vouchers de viagem que podem ser usados para reservar voos em viagens a realizar pela Ryanair entre outubro e março do próximo ano. Os passageiros lesados vão receber vouchers de 40 euros para um trajeto e de 80 euros para ida e volta. 

A mensagem aos passageiros explica os passos possíveis com links para ativar as opções possíveis, remarcação de voo ou reembolso.


O plano vai afetar 18 mil voos e suprimir 34 rotas durante aqueles cinco meses. Uma delas é Newcastle/Faro, mas Itália, Grécia, Alemanha e Bulgária são os destinos mais afetados. Há ainda muitas reservas canceladas em rotas que se vão manter. A companhia low-cost vai retirar 25 dos seus 400 aviões durante este período e anunciou que vai desistir da oferta pela Alitalia, transportadora italiana que está em processo de insolvência, para evitar distrações do foco principal da operação.

(...)

Sem comentários: