[ Director: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano X

sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Esclarecimento do Banco de Portugal e declaração sobre solução para os NPLs

Banco de Portugal

Face à noticia da Lusa de que

“Carlos Costa, defendeu hoje que a solução para o crédito malparado deve ser encontrada dentro dos bancos e não deve passar pela “externalização da venda de ativos” que não geram rendimento.

Numa conferência de homenagem a Henrique Medina Carreira que decorreu hoje na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, Carlos Costa referiu que “uma das questões que distingue bastante os países da União Europeia que participam na união bancária é a eficácia do sistema em matéria de execução dos créditos quando os créditos entram em incumprimento”.

Para o governador do banco central, “vai ser esse um dos fatores que vai seguramente penalizar bastante o sistema bancário português se tiver de recorrer a qualquer modelo de externalização da venda de ativos que não geram rendimento”.

esclarece-se que a afirmação do Governador se refere à valorização dos NPLs e que não tem nada a ver com a solução seguida.

O Banco de Portugal considera que a solução seguida é da responsabilidade dos bancos e corresponde a uma das vias preconizadas pelo Banco de Portugal.


Sem comentários: