[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Medidas destinadas a reforçar o setor da cibersegurança na UE




(20-9-2017 | Comissão Europeia)

Reforçar o setor da cibersegurança na UE

JusNet 794/2017

Para dotar a Europa de instrumentos adequados para lidar com os ciberataques, a Comissão Europeia e a Alta Representante propõem uma série de medidas destinadas a reforçar o setor da cibersegurança na UE. Estas incluem a proposta de criação de uma Agência da UE para a Cibersegurança, para ajudar os Estados-Membros a lidarem com ciberataques, bem como um novo sistema europeu de certificação que garanta que os produtos e serviços no mundo digital são seguros.

Em 13 de setembro, no seu discurso anual sobre o estado da União, o Presidente Jean-Claude Juncker declarou:

«Nos últimos três anos, fizemos progressos para garantir a segurança dos cidadãos europeus na Internet. Contudo, ainda não estamos suficientemente preparados para fazer face a ciberataques. A Comissão propõe hoje a adoção de novos instrumentos, nomeadamente a criação de uma Agência da União Europeia para a Cibersegurança, para nos defender melhor desse tipo de ameaças.»

Os europeus têm muita confiança nas tecnologias digitais. Estas abrem novas oportunidades para os cidadãos, ligando-os, facilitam a difusão de informações e constituem a espinha dorsal da economia da Europa. No entanto, também trouxeram consigo novos riscos, com cada vez mais intervenientes estatais e não estatais a tentarem o roubo de dados, a fraude ou a destabilização de governos.

(...)

Sem comentários: