[ Director: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano X

quinta-feira, 28 de setembro de 2017

Países da UE perderam 152 mil milhões de euros de IVA em 2015

Portugal reduziu a percentagem de desvio de IVA de 13,2%, em 2014, para 11,5% em 2015. Em termos absolutos este desvio ascende a 1.989 milhões de euros, contra 2.323 milhões um ano antes, de acordo com um estudo da Comissão Europeia.


Estudo da Comissão Europeia revela que embora a cobrança das receitas do IVA mostre alguns sinais de melhoria, os montantes não cobrados continuam “inaceitavelmente elevados”. Conclusões de desvio de imposto apontam, segundo Bruxelas, para “urgente” necessidade de reforma do IVA. Em Portugal o desvio de IVA foi de quase dois mil milhões de euros.

Em 2015, os países da UE perderam um total estimado em 152 mil milhões de euros de receitas do imposto sobre o valor acrescentado (IVA), de acordo com um novo estudo da Comissão Europeia.

Em comunicado, a Comissão Europeia salienta que o “desvio do IVA”, que é a diferença entre as receitas de IVA esperadas e o montante efetivamente cobrado, vem mais uma vez demonstrar a necessidade de reformas “profundas” para os Estados-membros poderem beneficiar plenamente das receitas do IVA para os seus orçamentos.

“Embora a cobrança das receitas do IVA mostre alguns sinais de melhoria, os montantes não cobrados continuam inaceitavelmente elevados”, frisa Bruxelas, recordando que o relatório surge pouco antes das propostas da Comissão no sentido de uma reforma do sistema do IVA.
 
(...)

Sem comentários: