[ Director: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano X

terça-feira, 26 de setembro de 2017

Quota de pesca do bacalhau no mar de Barents pode diminuir em 2018

25.Setembro.2017
 
A quota de pesca do bacalhau, a dividir entre noruegueses e russos, no mar de Barents, deverá diminuir 20%, segundo recomendação de cientistas do Instituto de Investigação Marinha (IRM, em inglês).

bacalhau

Num seminário sobre bacalhau salgado dirigido a empresas ibéricas e norueguesas, que decorreu em Tromso, Noruega, Gunnar Saetra, do IRM, explicou que por ano a quota é de 800 mil toneladas, mas para gerir 'stocks' e a diminuição de alimento para o bacalhau a recomendação para 2018 é diminuir a quantidade pescada em 20%.

Para os próximos anos, a mesma fonte prevê uma estabilização das quotas em torno das 600 mil toneladas, segundo as análises dos cientistas russos e noruegueses, naturais dos países que repartem a quota de pesca do bacalhau no mar de Barents.

A oficialização das quotas será efetuada posteriormente.

O IRM avalia a sustentabilidade da pesca, através de análises várias, as quais também já possibilitaram detetar a migração do bacalhau cada vez mais para Norte, face ao aquecimento da água devido às alterações climáticas.
(...)

Sem comentários: