[ Director: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano X

segunda-feira, 2 de outubro de 2017

Agência alimentar alerta: usar o mesmo saco nas compras pode aumentar risco de intoxicação

O alerta foi lançado pela ‘Food Standards Agency’. A agência de proteção alimentar britânica avisa que devem ser utilizados sacos diferentes para alimentos crus e prontos para consumo.


Os sacos reutilizáveis representam um risco de intoxicação alimentar caso sejam utilizados para transportar alimentos crus, juntamente com os restantes produtos. O alerta foi lançado pela Agência de Normas Alimentares do Reino Unido (Food Standards Agency), que avisa que os alimentos crus podem conter germes prejudiciais à saúde.

Mesmo que nada tenha sido entornado dentro do saco, as embalagens podem conter vestígios de bactérias nocivas que podem causar problemas no estômago dos consumidores, de acordo com o alerta da agência de proteção alimentar britânica, publicado no mês de agosto.

“Os alimentos crus (carne crua, peixe cru e marisco, vegetais soltos não lavados e ovos) podem conter germes ou ter germes na sua superfície que causam intoxicação alimentar. Mesmo os alimentos crus embalados, como frango pré-embalado, peixe, etc. podem ter vestígios de insetos prejudiciais na parte externa da embalagem”, refere a agência, acrescentando que este conselho se destina só aos peixes crus e mariscos que vão ser cozinhados antes de consumir.
 
Os produtos de peixe cru prontos a comer, como sushi, sashimi e salmão fumado, destinados a serem consumidos assim, devem idealmente ser arrumados separadamente do resto das compras. Assim, a agência sugere que os sacos tenham rótulos diferentes, por exemplo, e que sejam lavados e/ou trocados frequentemente.

Dicas da Food Standards Agency para a melhor utilização dos sacos
 

Sem comentários: