[ Director: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano X

terça-feira, 24 de outubro de 2017

Consumidores poderão pagar a conta da mudança de imagem da EDP



 

Por ser uma despesa de "caráter excecional e de imposição regulamentar", a EDP quer que os custos da mudança de imagem das duas marcas seja dividia com os consumidores na sua conta da luz.
Por ser uma despesa de "caráter excecional e de imposição regulamentar", a EDP quer que os custos da mudança de imagem das duas marcas seja dividia com os consumidores na sua conta da luz.

A EDP será obrigada a renovar a imagem das marcas EDP Serviço Universal e EDP Distribuição por imposição do novo regulamento de relações comerciais do setor elétrico, para que cada uma passe a ser singular e não existam elementos comuns entre as duas. Pelo seu “caráter excecional e de imposição regulamentar”, a elétrica nacional quer que o valor seja refletido na conta da eletricidade, avança o Público (acesso condicionado) esta terça-feira.

Ainda que a Entidade Reguladora para os Serviços Energéticos (ERSE) tenha considerado, em resposta ao Público, que “não havendo ainda proposta [de alteração de imagem], nem avaliação da mesma pela ERSE, é prematuro falar-se de custos com o cumprimento da separação de imagem”, o jornal cita a empresa liderada por António Mexia que defende que os custos devem ser “totalmente” refletidos na base de custos que as empresas reguladas podem recuperar através da fatura da eletricidade.
(...)

Sem comentários: