[ Director: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano X

terça-feira, 3 de outubro de 2017

Estado deu mais de 2,4 mil milhões em benefícios fiscais a empresas e entidades públicas





Mais de 35 mil beneficiários, nomeadamente a EDP e as Câmaras de Lisboa e do Porto, beneficiaram de quase 2.500 milhões de euros de isenções e benefícios fiscais, em 2016, implicando impostos como IRC, IMI, IMT, IVA e outros.
O ministro das Finanças, Mário Centeno
Manuel de Almeida / Lusa
O Público refere que o Estado abdicou de uma receita fiscal superior em 600 milhões de euros ao valor de 2015, ano em que o total dos benefícios fiscais concedidos se situou nos 1.875 milhões de euros.

As isenções de Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) surgem à cabeça no alívio concedido às empresas e a diversas entidades públicas, num valor de 875 milhões de euros. Os benefícios em termos de IRC resultaram numa poupança para as empresas de 831 milhões de euros.

No topo da lista dos beneficiários, no capítulo do IMI, aparece a Câmara Municipal do Porto que “poupou” 87,9 milhões de euros. A Câmara Municipal de Lisboa recebeu benefícios de 44,9 milhões de euros.

Entre os dez primeiros mais beneficiados por estas isenções surge a EDP Gestão da Produção de Energia que, segundo o Público, poupou uma verba superior a 36 milhões de euros. Já a EDP Distribuição e a EDP Renováveis somam, juntas, benefícios fiscais na ordem dos 39 milhões de euros.
(...)

Sem comentários: