[ Director: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano X

quarta-feira, 25 de outubro de 2017

Governo vai cortar 100 milhões à EDP e à Endesa devido a cobranças indevidas







Ainda antes de oficializar a revogação, o Governo quis ouvir a EDP e a Endesa. Contudo, os argumentos apresentados pelas duas empresas não conseguiram demover o Executivo 



O Governo vai avançar com cortes de 100 milhões de euros à EDP e à Endesa, devido a valores cobrados indevidamente aos consumidores portugueses em 2016 e 2017, apurou o “Jornal de Negócios” esta quarta-feira.

Esta medida já tinha sido começado a ser falada em setembro. Na época, a secretário de Estado da Energia, Jorge Seguro Sanches, anunciou a intenção de revogar um despacho de 2015 em que o Governo de Passos Coelho deu luz verde à EDP e à Endesa para repercutir nos preços ao consumidor os custos com a tarifa social e com a Contribuição Extraordinária do Sector da Energia (CESE).

Ainda antes de oficializar esta revogação, o Executivo de António Costa quis ouvir a EDP e a Endesa. Mas após as audições, o Governo não ficou convencido com os argumentos apresentados pelas duas empresas.
(...)

Sem comentários: