[ Director: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano X

segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Há mais crianças a sofrer de queimaduras provocadas por cápsulas de detergente




Um estudo publicado na revista científica Journal of the American Medical Association (JAMA) conclui que houve um aumento de 40 vezes no número de queimaduras químicas oculares em crianças em três anos. 
 
créditos: Pixabay
 

Anualmente mais de 16.000 pessoas em todo o mundo, sobretudo crianças, são expostas a sustâncias químicas nefastas presentes nas cápsulas de detergente líquido, segundo a Agência Espanhola de Consumo, Segurança Alimentar e Nutrição (Aecosan), que em 2015 participou numa campanha mundial para alertar para os potenciais riscos destes produtos.

"As queimaduras químicas oculares são uma causa significativa de problemas e perda de visão nos Estados Unidos, podendo deixar sequelas para a vida", alertam os investigadores neste novo estudo publicado em março deste ano.

Os cientistas da Johns Hopkins University, em Baltimore, nos Estados Unidos, analisaram relatórios relativos a casos de queimaduras químicas oculares e conjuntivites datados de 2010 a 2015. Os investigadores focaram-se nos registos relativos a crianças entre os 3 e os 4 anos e concluíram que, nesta faixa etária, houve só naquele país um total de 1.201 casos de queimaduras oculares causadas por detergente encapsulado.

O número destas queimaduras registou um aumento de 40 vezes, sendo que mais de um quarto das queimaduras oculares associadas a esta faixa etária deveu-se a este tipo de detergente. "Apesar de estarmos à procura destes dados, não esperávamos estes números", diz R. Sterling Haring, médico e principal autor do estudo.
(...)

Sem comentários: