[ Director: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano X

quinta-feira, 12 de outubro de 2017

Recarregar baterias? Vai ser possível numa questão de minutos


Autor:
Alfredo Lavrador
 
 

Uma das maiores limitações dos automóveis eléctricos alimentados por baterias é o tempo de carga. Pois bem, isto está vias de ser ultrapassado pelos novos postos de carga ultra-rápida, com 500 kW.

<  1 de 6 >

 Em termos de postos de carga, os novos que estão em fase de desenvolvimento são os verdadeiros Ferrari do sector. Porquê? Porque a esmagadora maioria dos automóveis hoje em dia no mercado aceita energia no máximo até 50 kW. Mas sabe-se agora que estão na calha novos equipamentos capazes de enfiar energia eléctrica pela ‘garganta’ de qualquer acumulador a 500 kW – uma brutalidade que despacharia qualquer operação de recarga numa questão de minutos. Já lá vamos.

Há anos, quando os automóveis eléctricos eram já muito caros, mas possuíam motores pouco potentes e baterias pequeninas, em termos de capacidade, podiam ser utilizados durante o dia em condições urbanas, durante cerca de 100 km, para depois serem recarregados lentamente durante a noite.

O problema é que os carros eléctricos têm melhorado, e muito. Ganharam potência e baterias melhores e maiores, o que levou a postos de carga mais rápidos, por serem mais potentes. E temos a Tesla a quem agradecer pela maioria destes avanços, cujos modelos com 600 cv e acumuladores com capacidade de 100 kWh conseguem ser carregados com mais de 100 kW, graças aos seus supercarregadores.

Se os 100 kW da Tesla impressionam pela enorme potência, então o que dizer dos postos de carga ultrapotentes, com 350 kW, que a portuguesa Efacec desenvolveu para os novos veículos do Grupo Volkswagen, a começar já pelo Porsche Mission E, cujas baterias conseguem receber carga de forma mais rápida, sem aquecerem excessivamente e sem se degradarem.

(...)
Mais sobre:   Elétricos, Inovação, Auto, Tecnologia

Sem comentários: