[ Director: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano X

segunda-feira, 2 de outubro de 2017

UE acorda medidas de combate à fraude alimentar



02.Outubro.2017, segunda-feira
Higiene & Segurança

 Após uma reunião dedicada ao seguimento do caso da contaminação de ovos com fipronil, presidida por Vytenis Andriukaitis, comissário europeu da saúde e segurança alimentar, a Comissão Europeia e os Estados-membros acordaram 19 medidas para reforçar a ação contra a fraude alimentar.

ovos

A este respeito, Bruxelas vai estudar a possibilidade de estabelecer um responsável de segurança alimentar em cada país da União Europeia, com o objetivo de melhorar a coordenação e o fluxo de informação a nível comunitário, perante casos como o dos ovos contaminados.

«A questão da segurança alimentar e da fraude alimentar está no centro do debate em toda a União Europeia», destacou o comissário, que assinalou a necessidade de «melhorar a comunicação entre os Estados-membros e procurar uma abordagem mais coerente e coordenada no futuro, a fim de evitar que estes incidentes ocorram».

No entender da Comissão Europeia, casos de fraude alimentar como este «prejudicam a confiança do público na segurança alimentar e, eventualmente, podem levar à destruição da confiança na indústria alimentar em particular. As más ações e práticas fraudulentas de poucos não devem ter efeitos devastadores».

Foram identificadas várias ações estratégicas e sistemáticas necessárias a nível europeu, como a melhoria da comunicação dos riscos entre os Estados-membros e a Comissão Europeia.
 
(...)

Sem comentários: