[ Director: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano X

terça-feira, 24 de outubro de 2017

Wi-fi, NFCs e Bluetooth

 

O que são?

Com o aparecimento dos smartphones deu-se o desaparecimento dos Infravermelhos (utilizados durante muitos anos para partilha de ficheiros entre dispositivos móveis) e surgiu o Bluetooth (utilizado em vários aparelhos móveis para além dos smartphones e tablets), o Wi-Fi (tecnologia de ligação de fidelidade sem fio), as ligações WAP, EDGE, 3G, 4G, 5G e mais recentemente o NFC (Near Field Communication – Comunicação em área próxima).

O nome Bluetooth (dente azul) é uma homenagem ao rei da Dinamarca e Noruega, Harald Blåtand, conhecido por unir as tribos norueguesas, suecas e dinamarquesas. Da mesma forma, este protocolo de comunicação pretende unir diferentes tecnologias, como telefones móveis, computadores, televisores, câmaras digitais, gadgets e outros sistemas periféricos (ratos, teclados, impressoras, auriculares, entre outros).

O Bluetooth é assim o nome dado a uma tecnologia que permite a comunicação e transmissão de dados entre aparelhos eletrónicos sem fios (wireless). Este sistema de comunicação foi criado em 1994 pela empresa sueca Ericson que pretendia uma tecnologia de baixo custo que permitisse a comunicação entre telemóveis e periféricos sem a necessidade de cabos de ligação.Com a massificação da tecnologia móvel, o sistema Bluetooth passou a integrar todos os smartphones, portáteis e tablets e a ser a forma de ligação universal a dispositivos periféricos.

Contudo, mais recentemente surgiu o NFC que representa uma forma diferente de comunicação. O NFC permite a transferência de dados entre dispositivos que se aproximam/encostam um ao outro, por exemplo. Possivelmente, nunca ouviu falar muito sobre esta tecnologia, no entanto, é possível que contacte com ela todos os dias – esta tecnologia está disponível nos cartões de transporte e de entrada. Em termos de segurança, poderá parecer um avanço (já que não permite a transmissão de ficheiros a qualquer pessoa dentro de um raio de alguns metros) e uma aproximação aos infravermelhos (que necessitavam de ter os sensores alinhados para poder comunicar. No entanto, existem algumas fragilidades destes sistemas que iremos mencionar a seguir.
 
(...)

Sem comentários: