[ Director: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano X

sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Adicional ao IMI rendeu menos de metade do que o esperado

Em vez dos 130 milhões que o Governo esperava encaixar, o imposto terá rendido apenas 50 milhões de euros, avança o 'Jornal de Negócios'.


O Adicional ao Imposto Municipal de Imóveis (AIMI), o imposto anunciado no ano passado pelo Executivo socialista, rendeu menos de metade do previsto pelo Ministério das Finanças. Em vez dos 130 milhões que o Governo esperava encaixar, o imposto terá rendido apenas 50 milhões de euros, avança o ‘Jornal de Negócios’.

O imposto apresentado pela deputada do Bloco de Esquerda (BE), Mariana Mortágua, foi introduzido ao Parlamento como uma forma de pôr os ricos a contribuir mais para os cofres do Estado e servir de alternativa a um eventual imposto sobre fortunas e heranças. O imposto viria a incidir sobre a riqueza imobiliária a que estivesse destinada à habitação, afetando cerca de 211.690 contribuintes.

No entanto, as previsões do Governo foram demasiado otimistas. O ‘Jornal de Negócios’ indica que aos cofres do Fundo de Estabilização Financeira da Segurança Social (FEFSS) vão chegar apenas 50 milhões de euros. (...)

Sem comentários: