[ Director: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano X

quinta-feira, 2 de novembro de 2017

CTT admitem passar a gestão dos seus balcões a terceiros

____________
Empresas

por: Catarina Melo
02-11-2017

Em conferência com analistas, os CTT revelaram que o plano de reestruturação da empresa poderá incluir a atribuição da gestão de balcões dos Correios a entidades terceiras.
 
A acentuada quebra dos seus lucros nos nove primeiros meses deste ano colocou em cima da mesa a necessidade de os CTT avançarem para uma reestruturação que poderá incluir a passagem a entidades terceiras a gestão dos balcões dos Correios. A possibilidade foi colocada em cima da mesa durante a conferência com analistas.

Esta possibilidade é avançada numa nota de research enviada aos clientes pelo Haitong, no seguimento de uma questão colocada pelo analista do banco de investimento Nuno Estácio.

“Quando questionado acerca do potencial encerramento de balcões e a abordagem dos reguladores nesse sentido, os CTT mencionaram que uma das formas de manter a rede poderia ser a passagem de balcões para uma terceira parte, embora nada tenha sido decidido nesse sentido”, escreveu o analista do Haitong.

A passagem a terceiros da gestão de balcões seria uma das formas de a instituição liderada por Francisco de Lacerda conseguir reduzir a sua estrutura de custos. Aquando da apresentação de resultados na passada terça-feira, os CTT anunciaram precisamente que iriam avançar com um plano de reestruturação de custos como forma de se reposicionarem no mercado. Na ocasião a empresa anunciava que “uma reestruturação considerável dos custos, para ajustar a escala de operações às atuais necessidades, está a ser preparada, para ser apresentada antes do final do ano”, prazo que foi confirmado pelos CTT aquando da conferência desta manhã.

(...)

Sem comentários: