[ Director: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano X

terça-feira, 14 de novembro de 2017

Diabetes mellitus: um fator de risco para o acidente vascular cerebral

 
Pereira Dra. Liliana 1f9ee 
 
Artigo de opinião
 
por: Liliana Pereira, neurologista do Hospital Garcia de Orta, membro da SPAVC

14-11-2017


Saúde
Imagem Desdobramento

No âmbito do Dia Mundial da Diabetes, celebrado anualmente a 14 de novembro, a Sociedade Portuguesa do Acidente Vascular Cerebral (SPAVC) vem alertar para a importância da diabetes mellitus como fator de risco para o acidente vascular cerebral (AVC).
Um em cada cinco diabéticos vai morrer de AVC, tornando-o numa das principais causas de morte nestes doentes. O AVC e a diabetes são duas doenças que têm muito em comum: estão a aumentar na população, afetam os vasos sanguíneos e associam-se a outros importantes fatores de risco vascular, como a hipertensão arterial e a dislipidemia (aumento das gorduras no sangue).

A diabetes é a doença em que o corpo deixa de produzir insulina, ou esta não tem o efeito desejado. A insulina é a hormona que controla a glicemia (os níveis de açúcar no sangue), que passam a estar aumentados.

Comparando com uma pessoa sem diabetes, um diabético tem mais do dobro do risco de sofrer um AVC isquémico, o tipo de AVC em que uma artéria do cérebro fica bloqueada e deixa se fazer a circulação para essa região do cérebro. Isto acontece porque os níveis elevados de açúcar no sangue danificam as artérias, tornando-as mais duras e progressivamente mais estreitas, até entupirem. O risco de AVC também aumenta porque há a tendência para o aumento de peso, que pode levar a aumento da tensão arterial e do colesterol, outros fatores de risco para AVC.

(...)
 

Sem comentários: